Precisamos falar sobre Engajamento

Precisamos falar sobre Engajamento
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Receba nossos posts direto no seu e-mail

Dicas, análises, tendências, notícias e muito mais, em primeira mão, direto no seu e-mail.

Hey, tudo bem por aí?

Este artigo surgiu a partir de algumas conversas no grupo de Whatsapp de Médicos e no grupo de Dentistas.

Ao questionar algumas coisas para os participantes, percebi que a maioria não tinha uma visão muito clara de engajamento e então, decidi criar este artigo intitulado: Precisamos falar sobre Engajamento.

O Precisamos falar sobre é na verdade uma ideia de uma série sem fim de artigos com temas que são importantes e sempre estão cercados de muitas dúvidas

Dito isso, vamos ao contexto da conversa:

Antes de falarmos do engajamento, quero dividir a linha do tempo desse bate-papo em blocos. 

Sendo bloco número 1, tudo o que aconteceu no Instagram desde o surgimento até meados de 2016. Bloco 2, de 2016 até 2018.. E, obviamente, bloco 3, é tudo aquilo que acontece na rede de 2018 até os dias de hoje.

Por que fazer essa separação? Simples, a rede passa por mudanças

2016: Instagram lança oficialmente seu algoritmo

2018: Mark Zuckerberg diz que a rede é feita para unir pessoas e marcas em diálogos

2020: Instagram é visto como a principal rede por muitos profissionais da saúde


Vamos ao que interessa então!

Bloco 1: O surgimento do algoritmo:

Toda rede social que cresce muito, precisa de um algoritmo para organizar o conteúdo no feed, porque a lógica é muito simples: 

Se a organização do feed for 100% cronológica, a maioria das pessoas não conseguirá consumir todo conteúdo. 

No caso do Instagram, 80% do conteúdo não era consumido. Já imaginou isso? 80% dos posts que você levou um tempo gigantesco para produzir, não serem consumidos por ninguém ou por pouquíssimas pessoas. Uma tragédia!

O algoritmo vem para equilibrar essa balança. Por mais que você possa acreditar que o algoritmo seja o vilão, ele é seu melhor amigo na rede, ou pelo menos deveria ser.

A ordem deixa de ser cronológica e passa ser por relevância!

Ou seja, o conteúdo que aparece no topo é porque o algoritmo acredita que seja mais relevante para você.

Quais os motivos?

  • Afinidade com o assunto
  • Você curtiu publicações desse perfil
  • Você curtiu outros posts com as hashtags que este post utilizou
  • Você interage com esse perfil ou assunto
  • É seu amigo no Facebook e você sincronizou a agenda do Facebook, do celular com seu Instagram
  • Você acabou de seguir o perfil

A mudança pode parecer sutil mas a verdade é que o feed se transformou por completo.

Se o seu conteúdo não gera engajamento, consequentemente, você terá cada vez menos alcance e estará cada vez mais dependente de anúncios.

Mas, vamos falar melhor sobre isso no final deste artigo.

Bloco 2: A rede é feita para unir marcas e pessoas em diálogo

A frase pode parecer algo simples mas, a verdade é que ela carrega com ela um resumo do que a rede espera do seu conteúdo.

Não adianta publicar loucamente sem se preocupar com o que acontecerá com seu conteúdo.

Você deve olhar para o retorno, se já ouviu meu podcast, sabe que eu sempre falo “Rede social é uma via de mão dupla. Você fala e escuta na mesma intensidade”.

Isso não é algo que tirei da minha cabeça, são as orientações oficiais da própria plataforma.

Se você quer se posicionar, ser reconhecido(a) como especialista pelos pacientes em potencial, você precisa entender as regras básicas.

  • Ouça seu paciente
  • Anote suas dúvidas
  • Produza conteúdo com as principais dúvidas
  • Fale fácil
  • Mantenha o ritmo

O resto a própria plataforma fará por você, aos poucos seu perfil vai ser mais visualizado, vai ser indicado para outros pacientes em potencial e você vai galgando novos degraus.

Mais uma vez, isso não é algo que dá para negociar, é o que a rede espera de você, é o alicerce da rede.

SUGESTÃO: 

olhe para os principais perfis da sua especialidade e os que são referência em outras especialidades e áreas, veja o que há em comum entre eles.

Perceberá que a maioria deles segue à risca (mesmo que sem querer), o que a rede espera que seja feito. Criam conteúdo que conecta pessoas e a marca deles em um diálogo único.

Como se estivessem sentados na sala de estar da casa deles, com seus seguidores e futuros pacientes.

O que me leva para o terceiro bloco:

Bloco 3: O cenário de hipervalorização do Instagram

Muitas pessoas usam muito o  formato Stories do Instagram, quase que diariamente. Os Stories têm se fortalecido muito em especial com famosos e influencers e isso acaba chamando muito a atenção de diversas pessoas.

Ao contrário do que muitos pensam, o Instagram não é a maior rede social do Brasil. 

O número de usuários ativos do Instagram é a metade do número de usuários ativos do Facebook, no Brasil, em abril de 2020.

Pode ser que mude no futuro? talvez, mas, sendo bem honesto, acredito que não.

Em uma pesquisa recente que fiz com mais de 100 profissionais da saúde, 65% deles relatou que o resultado o Facebook é melhor para eles do que do Instagram.

É preciso entender que resultado é diferente de fluxo de contatos e conversas geradas!

Mas Thiago, você publica todos os dias no Instagram e agora está me dizendo que não devo valorizar a rede assim?

NÃO!

O que estou dizendo é que você precisa olhar para o cenário em 360º. 

  • Google (Site)
  • Google Meu Negócio
  • Youtube
  • Facebook
  • Instagram
  • Tik Tok

Enfim, existem várias plataformas que os pacientes estão, nossa visão não pode ser enviesada, temos que ter a sagacidade de nunca acreditar 100% em um único canal de aquisição.

O Instagram é muito potente, é um dos principais canais na jornada do paciente também, mas não é o único.

Hoje é muito forte mas, pode ser que no futuro caia, da mesma forma que pode ser que no futuro seja ainda mais importante e em qualquer cenário, o que vou falar a seguir que é especificamente sobre engajamento, deve ser do seu conhecimento.

Portanto, vamos falar sobre o tão desejado engajamento.

Precisamos falar sobre Engajamento:

Antes de seguirmos, é importante definir com clareza como é o cálculo de engajamento:

A fórmula do cálculo é bem simples:

Curtidas + comentários + compartilhamentos + salvamentos / alcance * 100

Portanto, se você tem:

100 curtidas

20 comentários

10 compartilhamentos

30 salvamentos

3500 alcance

A conta fica:

100 + 20 + 10 + 30 / 3500 = 0.0457 * 100 = 4.57% de engajamento

Tá, mas e aí, 4,57% é bom ou ruim?

Qual é o engajamento ideal? 

A verdade é que não existe resposta exata para isso (infelizmente). Quando analisamos a comunicação em si, é bem difícil que exista respostas exatas ou verdades absolutas.

Mas, em geral, 4,57% é um bom engajamento, dependendo o tamanho do seu perfil (número de seguidores).

(imagem da tabela de engajamento)

Essa imagem é usada como base para analisarmos o engajamento de perfis. Mas, antes de tirar conclusões, entenda que essa base é de 2017, ou seja, o 10% de 2017, é o mesmo que 5% em 2020.

Mais pessoas conectadas, mais pessoas consumindo, mais pessoas criando, isso tudo vai impactar diretamente no seu resultado e no seu engajamento.

É importante olhar para o engajamento, é uma métrica importante para direcionar você, se o seu engajamento está aumentando, quer dizer que você está acertando na comunicação, se ele está caindo, quer dizer que você está errando e precisa parar o que está fazendo, analisar e talvez até reestruturar sua comunicação e posicionamento.

Não há aumento repentino expressivo, da mesma maneira que não há queda repentina expressiva, tudo acontece aos poucos, mudanças de 0,01% por post, vai por mim!

(imagem de análise de engajamento do meu post)

E por que ele é tão importante?

É uma somatória de fatores:

  1. As pessoas que não conhecem seu trabalho, ao chegarem até seu perfil, vão te julgar pelo conteúdo e não pelo número! (no primeiro momento)
  2. Ao se depararem com um conteúdo que faça sentido para elas, as pessoas ficam e começam a consumir o conteúdo
  3. Se for algo que responde às dúvidas daquela pessoa, se for algo que acrescente e não seja apenas bobagem, ela vai te dar uma ficha de crédito (fictício), ou seja, vai passar confiar mais no seu conteúdo e consumir outras publicações que você fizer
  4. Com o tempo, essa pessoa passará se sentir parte da sua comunicação, irá interagir com outras pessoas, referenciar você e te escolher quando for necessário ou puder.

Conteúdo de qualidade e engajamento são fundamentais para reter pessoas que estão no primeiro contato!

Engajamento seu com seu público, é fundamental para manter a pessoa ativa nas suas publicações. Saber que a doutora ou o doutor estão ali à disposição é algo que motiva as pessoas a seguirem em frente.

MAS, não espere um engajamento gigantesco. Já falei AQUI nesse artigo que embora a atividade mais realizada online seja buscas relacionadas à saúde, a maior parte das pessoas não interagem muito. Aceite isso!

Por fim, entenda que seu engajamento é algo que é construído com seu conteúdo e dedicação.

Não busque o melhor número, busque a melhor experiência, sempre! 

Isso fará com que o melhor número seja alcançado a longo prazo!

Entenda também que a medida que seu perfil cresce, o número absoluto de pessoas engajadas também deve crescer mas, a proporção será menor, por razões óbvias.

Para finalizar, algumas ferramentas que uso e gosto muito:

Ferramentas de análise de perfis e engajamento:

Calculadora de engajamento do Influencer Marketing Hub – Grátis

https://influencermarketinghub.com/br/calculadora-de-dinheiro-do-instagram/

Análise de perfis do Instagram: HypeAudtiror – Grátis com possibilidade de expandir para plano pago

http://hypeauditor.com/

Análise de perfis do Instagram – Ninjalytics – Grátis com possibilidade de expandir para plano pago

https://www.ninjalitics.com/

Análise de perfis do Instagram – SocialBlade – Grátis com possibilidade de expandir para plano pago

https://socialblade.com/

É isso, espero que tenha gostado e nos vemos na próxima.


Se você quiser continuar esse bate-papo, tenho vários canais para dialogar com você:

Instagram@thmartins – Posts novos todos os dias

Podcast – Episódios novos a cada 15 dias

Blog – Artigos sobre marketing e redes sociais

Compartilhe com seus colegas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Efeito Coronavírus - Como usar uma notícia relevante a seu favor
Dicas

Efeito coronavírus – como usar notícia relevante a seu favor?

Calma, isso não é clickbait, eu prometo que o efeito coronavírus é uma dica valiosa de como usar notícia relevante a seu favor. Este artigo …

Ler o post →
Índice de qualidade de uma página
Dicas

Índice de qualidade de uma página – O que é isso?

Se você caiu aqui de gaiato, eu garanto que esse post vai surpreender você, então fique aqui comigo para falarmos sobre o índice de qualidade …

Ler o post →
Thiago Martins - Especialista em Marketing Digital para Saúde | 2020 Copyright © Todos os direitos reservados